Observação: Possibilidade de aplicar melhores aulas – Por Mailson Felix da Silva¹

 

Observação: Possibilidade de aplicar melhores aulas – Por Mailson Felix da Silva¹

“FORMAÇÃO DO EU- a construção do eu depende essencialmente do outro. Com maior ênfase 

a partir de quando a criança começa a vivenciar a "crise de oposição", na qual a negação do outro funciona como uma espécie de instrumento de descoberta de si própria. Isso acontece mais ou menos em torno dos 3 anos, quando é a hora de saber quem "eu" sou. Imitação, manipulação e sedução em relação ao outro são características comuns nesta fase.” (Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Isabel Galvão. Ed. Vozes, 1995.)

Uma teoria do médico, psicólogo e filósofo francês Henri Wallon (1879-1962) usada para explicar o terceiro estágio do desenvolvimento cognitivo da criança, assimilado às ações do PIBID. Através das observações das aulas dos supervisores (ação obrigatória do programa), os bolsistas “avaliam” a aplicação das mesmas, podendo, através do planejamento de outras (outra ação do programa), optar por uma metodologia que considerou mais eficaz nas observações, e assim, podendo transformar as aulas, tornando-as mais produtivas, com métodos que melhor se enquadram no perfil da turma.

Assimilando ou negando a metodologia do supervisor, o bolsista tem a oportunidade de formular seu perfil profissional, tornando assim o programa (PIBIDI) eficiente naquilo que propõe.

 

 

¹Academico do 4º período de Ciências Humanas/Sociologia – UFMA - Bacabal

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!